Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/526742
Title: Atuação da Área de Operações Indiretas na Região Sudeste de 2004 a 2013
Keywords: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Brasil) - Financiamento
Brazilian Development Bank - Financing
Cartão BNDES
BNDES card
Brasil, Sudeste - Condições econômicas
Brazil, Southeast - Economic conditions
Planejamento regional - Brasil, Sudeste
Regional planning - Brazil, Southeast
Investimentos públicos - Brasil, Sudeste - 2004-2013
Public investments - Brazil, Southeast - 2004-2013
BNDES Finame
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Brasil). Área de Operações Indiretas
FINAME Agrícola
BNDES Automático
BNDES Finame Leasing
Pequenas e médias empresas - Brasil, Sudeste
Small business - Brazil, Southeast
Issue Date: 2015
Abstract: Este capítulo destaca o papel da Área de Operações Indiretas (AOI) na Região Sudeste, no período 2004-2013. Argumenta-se que a parceria com os agentes financeiros amplia o número de operações e de empresas beneficiadas e destaca o impulso que as operações da área tomaram a partir da redução das taxas de juros do Finame e da criação do Cartão BNDES. Nesse período, os financiamentos à região aumentaram a uma velocidade superior à dos financiamentos totais da área e ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) regional. Os setores da região para os quais os desembolsos da AOI tiveram maior crescimento foram petróleo e combustível, indústria extrativa, construção e comércio. Mas transporte terrestre, comércio e agropecuária continuam sendo os setores de maior peso nos desembolsos. O acentuado declínio nas taxas de juros do Finame, a partir de 2009, deu forte impulso aos investimentos em máquinas e equipamentos na região. Os destaques foram as máquinas rodoviárias, caminhões, colheitadeiras e máquinas para movimentação de carga. Já caminhões, ônibus e máquinas rodoviárias continuam sendo os equipamentos de maior peso nos desembolsos, de cerca de 54%.
This chapter describes the role of the Indirect Operations Division (AOI) in the Southeast Region from 2004 to 2013. It is argued that partnerships with financial agents increase the number of operations and companies that benefit, while highlights the increase in operations from the Division once Finame’s interest rates were reduced and the BNDES Card was created. In this period, financing to the Region grew more swiftly than total financing from the Division and than the growth of the regional GDP. Sectors in the Region that recorded higher growth in AOI disbursements include: Oil and Gas, Extraction Industry, Construction and Trade. However, Road Transport, Trade and Cattle-Raising still figure among the most demanding sectors for disbursements. The acute drop in Finame’s interest rates as of 2009 leveraged investments in machinery and equipment in the region, especially in machinery for cargo handling, roads, and harvesters. Yet, about 54% of AOI disbursements are still supporting trucks and buses, road machinery and farm tractors demand.
URI: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/526742
Other Identifiers: TAVARES, Daniel de Freitas et al. Atuação da Área de Operações Indiretas na Região Sudeste de 2004 a 2013 . In: LEAL, Claudio Figueiredo Coelho et al. (Org.). Um olhar territorial para o desenvolvimento: Sudeste. Rio de Janeiro : Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, 2015. p. [40]-51.
http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/6462
Appears in Collections:Produção BNDES - Capítulos de Livro

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.