Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/525917
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributorXavier, Clésio Lourenço-
dc.creatorHermida, Camila do Carmo-
dc.date.accessioned2018-01-19T18:48:10Z-
dc.date.accessioned2018-03-19T19:27:07Z-
dc.date.accessioned2022-05-12T03:31:59Z-
dc.date.available2018-01-19T18:48:10Z-
dc.date.available2018-03-19T19:27:07Z-
dc.date.available2022-05-12T03:31:59Z-
dc.date.created2018-01-19T18:48:10Z-
dc.date.created2018-03-19T19:27:07Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifierHERMIDA, Camila do Carmo. Padrão de especialização comercial e crescimento econômico: uma análise sobre o Brasil no contexto da fragmentação da produção e das cadeias globais de valor. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, 2017. 415 p. ISBN 9788587545619.-
dc.identifier9788587545619-
dc.identifierhttp://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/14137-
dc.identifier.urihttp://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/525917-
dc.description.abstractA globalização e as mudanças tecnológicas ocorridas a partir dos anos 80 trouxeram consigo transformações marcantes no paradigma industrial e comercial que expressam-se, principalmente, na fragmentação internacional da produção e na formação de cadeias globais de valor (CGV). Esta tese buscou compreender tais fenômenos e problematizar novas variáveis relevantes neste contexto para uma análise mais fidedigna dos padrões atuais de comércio dos países, não tratadas pelas teorias econômicas seminais que relacionam comércio e crescimento econômico. Buscou-se também avaliar como o padrão de especialização comercial do Brasil evoluiu comparativamente a outras economias (China, Índia, Rússia, EUA, Japão e economias selecionadas da América Latina) à luz desses fenômenos no período de 1995 a 2011. Para tanto, utilizou-se a metodologia de decomposição das exportações brutas em medidas de valor adicionado, desenvolvida por Koopman et al. (2014), e indicadores estimados a partir de dados provenientes de duas matrizes globais I-O: a WIOT (2013) e a TiVA (2015). Testaram-se também duas hipóteses com relação ao papel desses fenômenos como determinantes do crescimento econômico no período recente: 1) a fragmentação e a participação em CGV asseguram maiores taxas de crescimento para os países; 2) o local (estágio) em que o país se encontra nas CGV associado a aspectos tecnológicos dos setores também importa para o crescimento econômico. Para tanto, utilizou-se de modelos de painel dinâmico (Difference GMM e System GMM) para uma amostra de 40 países no período de 2003 a 2011. Os estudos desenvolvidos sobre o Brasil demonstram que o país não está mais à margem desses fenômenos, pois apresenta taxas crescentes de participação em CGV, inclusive em setores considerados mais estratégicos para a fragmentação. No entanto, não se verifica uma convergência do padrão de especialização comercial do país àqueles apresentados pelos países desenvolvidos ou à movimentos auferidos pela China e pelo México no que tange ao seu posicionamento e ao perfil de participação em CGV. Outro resultado importante auferido pela tese é a identificação de que esses fenômenos são de fato novas variáveis relevantes para o crescimento econômico dos países, pois encontra-se evidências que confirmam a hipótese 1 e em parte a hipótese 2. A partir de uma análise conjunta dos resultados estimados econometricamente com os resultados das análises descritivas da economia brasileira, concluiu-se que o padrão de especialização comercial do país no contexto das novas configurações de comércio apresenta-se de forma desfavorável para sua estratégia de crescimento.-
dc.description.abstractGlobalization and technological changes that has happened since the 80s have brought remarkable changes in the industrial and commercial paradigm, which are expressed mainly in the international fragmentation of production and in the formation of Global Value Chains (GVC). This thesis sought to understand such phenomena and discuss new relevant variables in this context for a more accurate analysis of the current trade patterns not addressed by the seminal economic theories that relate trade and economic growth. It sought to evaluate how the trade specialization pattern of Brazil evolved compared to other economies (China, India, Russia, United States, Japan and selected Latin American economies) in the light of these phenomena from 1995 to 2011. Therefore, we have used the methodology of gross exports decomposition in value added measures, developed by Koopman et al. (2014), and indicators estimated from data of two global matrices I-O: a WIOT (2013) and the TiVA (2015). It was also tested two hypotheses regarding the role of these phenomena as determinants of economic growth in recent years: 1º) fragmentation and participation in GVC ensure higher growth rates for countries; 2º) the place (stage) in which the country finds itself in GVC associated with sectoral technological aspects is also important for economic growth. For this, we used dynamic panel models (Difference GMM and System GMM) for a sample of 40 countries from 2003 to 2011. The studies carried out on Brazil show that the country is no longer on the margins of these phenomena, because it shows increasing rates of participation in GVC, including in sectors considered most strategic for fragmentation. However, there is not a standard convergence of trade specialization of the country to those presented by developed countries or movements earned by China and Mexico in terms of their position and profile of participating in GVC. Another important result obtained by the thesis is the identification of these phenomena are in fact new variables relevant for economic growth, because it shows empirical evidences to support the hypothesis 1 and, partially, the hypothesis 2. A joint analysis of the estimated econometric results with the results of the descriptive analysis of the Brazilian economy, it leads us to conclude that the trade specialization pattern of the country in the context of the new trade setups is presented unfavorably to its growth strategy-
dc.languagept_BR-
dc.publisherBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social-
dc.relationPrêmio BNDES de Economia;36 : 2017-
dc.subjectCadeias de valor-
dc.subjectValue chains-
dc.subjectComércio internacional-
dc.subjectInternational trade-
dc.subjectDesenvolvimento econômico-
dc.subjectEconomic development-
dc.subjectValor adicionado-
dc.subjectValue added-
dc.subjectValor (Economia)-
dc.subjectValue-
dc.subjectBrasil - Condições econômicas-
dc.subjectBrazil - Economic conditions-
dc.titlePadrão de especialização comercial e crescimento econômico: uma análise sobre o Brasil no contexto da fragmentação da produção e das cadeias globais de valor-
dc.typeLivro-
Appears in Collections:Produção BNDES - Prêmio BNDES de Economia

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.