Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/527742
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorHermida, Camila do Carmo-
dc.date.accessioned2017-12-28T19:21:00Z-
dc.date.accessioned2018-03-19T18:37:43Z-
dc.date.accessioned2022-05-12T03:56:53Z-
dc.date.available2017-12-28T19:21:00Z-
dc.date.available2018-03-19T18:37:43Z-
dc.date.available2022-05-12T03:56:53Z-
dc.date.created2017-12-28T19:21:00Z-
dc.date.created2018-03-19T18:37:43Z-
dc.date.issued2017-06-
dc.identifierHERMIDA, Camila do Carmo. Padrão de especialização comercial e crescimento econômico: uma análise sobre o Brasil no contexto da fragmentação da produção e das cadeias globais de valor = Trade specialization pattern and economic growth: an analysis of Brazil in the context of the fragmentation of production and the global value chains. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, n.47 , p.[9]-66, jun. 2017.-
dc.identifierhttp://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/14023-
dc.identifier.urihttp://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/527742-
dc.description.abstractEste estudo avalia a fragmentação da produção do Brasil e sua inserção nas cadeias globais de valor (CGV) no período de 1995 a 2011. Utilizou-se uma metodologia de decomposição das exportações em medidas de valor adicionado e uma matriz de insumo-produto global – WIOT. A análise demonstra que o Brasil apresenta taxas crescentes de participação em CGV, no entanto, não se verifica uma convergência àquelas apresentadas por outros países em desenvolvimento. Ademais, uma análise econométrica para quarenta países no período de 2003 a 2011 aponta que a participação em CGV assegura maiores taxas de crescimento para os países, mas também denota que a posição do país nas CGV se faz relevante. Países especializados em atividades a montante em setores de alta tecnologia e serviços tendem a crescer mais que países localizados a montante em setores primários, como é o caso do Brasil.-
dc.description.abstractThis study evaluates the fragmentation of production in Brazil and its insertion in the Global Value Chains (GVC) from 1995 to 2011. A methodology of export decomposition in measures of value added and a global input-output matrix – WIOT was applied. The analysis shows that Brazil presents increasing rates of participation in GVC, however, there is no convergence with the other developing countries’s performance. In addition, an econometric analysis for 40 countries during the period from 2003 to 2011 indicates that the participation in GVC ensures higher growth rates for countries, but also indicates that the position of the country in GVC is relevant. Countries specialized in upstream activities of high technology and services sectors tend to grow more than countries located upstream in primary sectors, such as Brazil.-
dc.languagept_BR-
dc.publisherBanco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social-
dc.relationhttp://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/14001-
dc.subjectValor adicionado - Brasil-
dc.subjectValue added - Brazil-
dc.subjectDesenvolvimento econômico - Brasil-
dc.subjectEconomic development - Brazil-
dc.subjectExportação - Brasil - 1995-2011-
dc.subjectExports - Brazil - 1995-2011-
dc.subjectModelos econométricos-
dc.subjectEconometric models-
dc.subjectBrasil - Comércio exterior - 1995-2011-
dc.subjectBrazil - Foreign trade - 1995-2011-
dc.titlePadrão de especialização comercial e crescimento econômico: uma análise sobre o Brasil no contexto da fragmentação da produção e das cadeias globais de valor-
dc.typeArtigo-
Appears in Collections:Produção BNDES - Artigos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.