Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/526597
Title: Desigualdades regionais no Brasil: notas sobre o padrão de intervenção do Estado nos anos 2000-2010
Keywords: Projetos de desenvolvimento econômico - Brasil, Nordeste - 2000-2010
Brasil, Nordeste - Condições econômicas - 2000-2010
Disparidades econômicas regionais - 2000-2010
Brasil, Nordeste - Condições sociais - 2000-2010
Planejamento político - Brasil, Nordeste - 2000-2010
Investimentos públicos - Brasil, Nordeste - 2000-2010
Economic development projects - Brazil, Northeast - 2000-2010
Brazil, Northeast - Economic conditions - 2000-2010
Regional economic disparities - 2000-2010
Brazil, Northeast - Social conditions - 2000-2010
Political planning - Brazil, Northeast - 2000-2010
Public investments - Brazil, Northeast - 2000-2010
Brasil, Nordeste - Disparidades regionais - 2000-2010
Brazil, Northeast - Regional disparities - 2000-201
Intervenção (Governo federal)
Intervention (Federal government)
Issue Date: 2014
Abstract: No artigo, são analisadas as características predominantes na trajetória de desigualdades regionais nas últimas duas décadas. Dois padrões distintos são identificados no funcionamento e operação dos recursos disponibilizados para as instituições devotadas à questão regional: na década de 1990, houve forte inibição da atuação governamental no desenvolvimento regional com o Estado brasileiro recuando de seu papel nas regiões. Na década de 2000, ocorreu uma forte retomada das capacidades governamentais geradoras de impactos nas dinâmicas regionais: o Estado ressurge como grande investidor e promotor das bases do crescimento regional. Essa atuação, contudo, não aconteceu sem problemas, principalmente, os relacionados à dinâmica setorial dos empreendimentos. Neste ensaio, são analisadas algumas características da trajetória de desigualdades regionais prevalecentes na década 2000-2010 bem como são problematizadas questões acerca das razões que imprimiram às desigualdades o comportamento verificado. Contrariamente ao padrão observado nos anos 1990, quando o Estado brasileiro recuou de suas políticas e recursos nas regiões, na década de 2000, ele ressurge como grande investidor e promotor das bases do crescimento regional. Essa atuação, entretanto, não ocorre sem problemas, principalmente de coordenação federativa, e o curso geral que ações federais estão tomando ainda segue o padrão de incentivo a investimentos em setores tradicionais tão em voga nos anos 1960 e 1970.
In this article, analysis focuses on the prevailing features along the path of regional inequalities in the past two decades. Two unique standards have been identified in the running and operations of the resources made available to the institutions devoted to regional issues: in the 1990s, governmental efforts in regional development were strongly rejected, with the Brazilian State withdrawing from its role in the regions. In the 2000s, there was a strong return in governmental capacities to generate impacts on regional dynamics: the State re-emerged as a large scale investor and promoter of the bases for regional growth. However, this effort did not run smoothly, especially concerning the sectorial dynamics of undertakings. This essay analyzes some features of the path of regional inequalities prevailing in the decade 2000-2010, and examines issues concerning the driving reasons that passed on such behavior to inequalities. Contrary to the standard seen in the 1990s, when the Brazilian government withdrew its policies and resources throughout the regions, in the 2000s, it re-emerged as a large-scale investor and promoter of the bases for regional growth. However, this effort did not run smoothly, especially when coordinating the states, and the general course that federal efforts are taking still follows the standard of encouraging investments in traditional sectors that were so popular in the 1960s and 1970s.
URI: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/526597
Other Identifiers: MONTEIRO NETO, Aristides. Desigualdades regionais no Brasil: notas sobre o padrão de intervenção do Estado nos anos 2000-2010. In: GUIMARÃES, Paulo Ferraz; AGUIAR, Rodrigo Almeida De; LASTRES, Helena Maria Martins; Silva, Marcelo Machado da (Org.). Um olhar territorial para o desenvolvimento: Nordeste. Rio de Janeiro : Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, 2014. p. [276]-303.
http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/3109
Appears in Collections:Produção BNDES - Capítulos de Livro

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.