Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/525427
Title: A experiência americana nas relações entre o congresso e o poder executivo
Keywords: Estados Unidos
Constituição
Poder executivo
Poder Legistativo
relações entre poderes
Issue Date: Apr-1984
Publisher: Fundação Centro de Formação do Servidor Público (FUNCEP)
Abstract: A revolução colonial norte-americana pela independência se deu contra a tirania do rei inglês e de seu governo. Os colonizadores eram submetidos a tratamento rude e arbitrário pelos governadores e soldados da Grã-Bretanha. Quando a Convenção Constitucional que criou os Estados Unidos da América se reuniu em 1787, os 55 delegados estavam dominados pelo temor à tirania governamental. Como defesa contra o despotismo, quer de um tirano, quer de um grupo de tiranos, a Constituição que redigiram distribuiu os poderes do governo por uma série de instituições para conter e equilibrar o poder de cada uma. Primeiramente, dividiram esses poderes entre o Governo Federal e os estados. Em seguida, distribuíram os poderes federais pelos três ramos — Legislativos, Executivo e Judiciário. Finalmente, dividiram a parcela legislativa do poder entre o Senado e a Câmara dos Representantes.
URI: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/525427
Other Identifiers: http://repositorio.enap.gov.br/1/2741
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 1981 a 1990

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.