Please use this identifier to cite or link to this item: http://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/522073
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMartello, Emily Ferreira-
dc.date.accessioned2019-03-08T20:17:41Z-
dc.date.accessioned2021-11-11T20:31:13Z-
dc.date.available2019-03-08T20:17:41Z-
dc.date.available2021-11-11T20:31:13Z-
dc.date.created2019-03-08T20:17:41Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifierhttp://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3825-
dc.identifier.urihttp://bibliotecadigital.economia.gov.br/handle/123456789/522073-
dc.description.abstractO noroeste de Mato Grosso em seu processo de ocupação tem passado por conflitos cujos principais agravantes são a distribuição e regularização fundiárias, com consequente aumento nas taxas de desmatamento da vegetação amazônica. Em contrapartida a esse cenário, os Produtos Florestais Não Madeireiros fornecem geração de renda e emprego e aproveitamento racional e sustentável de recursos, com destaque para a cadeia da castanha-do-brasil. Este estudo teve como objetivo analisar a rentabilidade econômica e os aspectos sociais da coleta de castanha-do-brasil realizada pela Associação de Coletores de Castanha-do-Brasil do Projeto de Assentamento Juruena no município de Cotriguaçu, Mato Grosso, na safra 2016/2017. Foram obtidos dados acerca dos custos e receitas para a análise da rentabilidade, por meio de entrevistas semiestruturadas aos membros da Associação, sendo utilizados os indicadores econômicos de Remuneração à Mão-de-Obra Familiar (RMOF) e Custo Unitário de Produção (CUP). Os custos e receitas gerados resultaram em Renda Bruta de R$ 824.392,50, Renda Líquida de R$ 678.862,13, RMOF de R$ 99,13, valor acima do custo de oportunidade da região na referida época, e CUP de R$ 1,32, caracterizando como rentável a coleta dessa safra. A atividade extrativa não madeireira de castanha-do brasil atua na conservação ecológica, desenvolvimento econômico e promoção social dos grupos envolvidos. Entretanto, enfrenta diversos entraves em sua cadeia produtiva, que vão da desvalorização dos extrativistas à ausência de políticas públicas específicas.-
dc.languageIdioma::Português:portuguese:pt-
dc.publisherVI Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal-
dc.rightsEmily Ferreira Martello-
dc.rightsTermo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.-
dc.subjectAmazônia-
dc.subjectviabilidade econômica-
dc.subjectorganização social-
dc.subjectpolíticas públicas-
dc.titleCategoria Graduando 2º lugar: Análise da rentabilidade e aspectos sociais do extrativismo de Castanha-do-Brasil no município de Cotriguaçu – MT-
dc.typeMonografia-
Appears in Collections:Prêmio Serviço Florestal Brasileiro em Estudos de Economia e Mercado Florestal

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.